A reta final da temporada regular da Euroliga chegou e o nível de emoção e intensidade dentro de quadra é cada vez maior. Com cinco rodadas para o término da temporada regular, a tabela dos playoffs começa a se desenhar, juntamente com os favoritos, seus desafiantes e as frustrações. Após a 25ª rodada, o CSKA (RUS) manteve a liderança e o ataque mais poderoso. Atual campeão, o Fenerbahce virou para cima do Zalgiris (LIT) e agora tenta garantir o mando de quadra para decidir os playoffs na Turquia.

Na Espanha, Marcelinho Huertas teve atuação de gala para manter vivo o sonho do Baskonia. O time do brasileiro encostou no Maccabi Tel-Aviv (ISR) na briga pela oitava posição. Unicaja Málaga (ESP) e Estrela Vermelha (SER) ainda têm reais chances de se classificar, enquanto outras três equipes torcem por milagres.

– Leia também: Técnico da Seleção, Petrovic garante convocação de Huertas

Confira os melhores momentos e resumo da rodada da Euroliga

CSKA-RUS (20v5d) 101×76 UNICAJA-ESP (10v15d)

Em Moscou, o CSKA segue absoluto na Euroliga. A equipe dirigida por Dimitris Itoudis alcançou sua terceira vitória seguida, ao vencer o Unicaja Málaga, e sobra no topo da competição com apenas cinco derrotas. O grande destaque da partida foi o francês Nando De Colo, com 23 pontos em apenas 17 minutos jogados.

O ala norte-americano Will Clyburn contribuiu com 13 pontos, 4 rebotes e 6 assistências. O veterano armador Sergio Rodriguez, principal contratação do CSKA na temporada, manteve seu consistente alto nível: fez 11 pontos e distribuiu 7 assistências. Pelo lado espanhol, os 15 pontos e 5 assistências do armador Nemanja Nedovic não foram suficientes para evitar a derrota.

Com a vitória, os russos garantiram vaga nos playoffs e a vantagem do mando de quadra. É uma importante marca para o time, que participou do Final Four em 14 das 15 últimas temporadas.

VALENCIA-ESP (9v16d) 71×81 BASKONIA-ESP (12v13d)

Em partida brilhante de Marcelinho Huertas, o Baskonia foi até Valencia e levou a melhor no clássico espanhol. Foram 19 pontos e 7 assistências do armador brasileiro, que teve bastante ajuda do pivô alemão Johannes Voigtmann (16pts e 9reb). O veterano Fernando San Emeterio (15pts) foi o cestinha do Valencia.

A vitória mantém acirrada a disputa do Baskonia com o Maccabi Tel-Aviv pela última vaga nos playoffs. Para o Valencia, atual campeão espanhol, só um milagre fará a equipe, que tem nove vitórias e 16 derrotas na temporada, conquistar a vaga e evitar a frustração.

FC BARCELONA-ESP (8v17d) 88×54 ESTRELA VERMELHA-SER (10v15d)

Os catalães tentam levar a reta final de Euroliga como um fio de esperança para o Campeonato Espanhol. Apesar da vitória arrasadora sobre o Estrela Vermelha, com direito a uma parcial de 26 a 5 no último quarto, não há nenhuma chance de classificação aos playoffs. A frustrante temporada agora serve para o treinador e ídolo Svetislav Pesic analisar jogadores. Os destaques ficaram por conta de Pau Ribas (18pts e 8ast) e Victor Claver (16pts e 6reb), que produziu um lance raríssimo. Além dos dois, o gigante Ante Tomic, de 2,18m, protagonizou uma bizarra quebra da tabela após uma enterrada. No lado sérvio, ainda há chances matemáticas, porém remotas, de lutar pela pós-temporada.

OLYMPIAKOS-GRE (18v7d) 87×79 BROSE BAMBERG-ALE (9v16d)

Na Grécia, o Olympakos, um dos favoritos ao título da Euroliga, contou com início de jogo quente para vencer o Bamberg. A vitória no primeiro quarto, por 27 a 19, foi suficiente para garantir a vantagem. O time alemão até conseguiu buscar a diferença, em noite insipirada de Dorrell Wright (23pts e 6reb), mas no terceiro período voltou a ficar atrás no placar e viu o Olympiakos apenas administrar a vantagem.

Os destaques gregos foram a incansável dupla Vassilis Spanoulis (17pts e 8ast) e Georgios Printezis (16pts e 6reb). A equipe acumula cinco vitórias em sequência e também garantiu vaga nos playoffs. O Brose Bamberg torce por um milagre e diversas combinações de resultado nas próximas cinco rodadas.

Saiba mais sobre as brigas por playoffs na Euroliga

ANADOLU EFES-TUR (6v19d) 81×94 MACCABI TEL AVIV-ISR (13v12d)

Os turcos, amargando a pior colocação da Euroliga, não conseguiram fazer frente ao time israelense, que busca cavar uma vaga nos playoffs. O Anadolu Efes teve o ex-NBA Sonny Weems em grande atuação (21pts e 6ast), mas não contou com a colaboração de seus outros pontuadores. Os destaques do Maccabi foram os americanos Pierre Jackson (18pts) e Michael Roll (16pts e 7ast).

Ainda com campanha instável, o campeão europeu de 2013 tenta se reestruturar após alguns anos de crise. A briga pela oitava posição será contra o Baskonia. Unicaja Málaga (ESP) e Estrela Vermelha (SER) correm por fora. Um milagre pode dar vaga a Valencia, Milan (ITA) ou Brose Bamberg (ALE).

FENERBAHCE-TUR (18v7d) 85×78 ZALGIRIS KAUNAS-LIT (15v10d)

Em um dos melhores jogos da rodada, o atual campeão Fenerbahce mais uma vez contou com a profundidade de seu elenco para vencer. E foi uma vitória muito importante, na Lituânia, sobre o forte Zalgiris Kaunas. Todos os titulares pontuaram em dois dígitos.

Os lituanos abriram boa vantagem no primeiro quarto ao fazer 24 a 17 e seguiram controlando o jogo até o intervalo. No entanto, no segundo tempo, o ímpeto de Kostas Sloukas, que marcou todos os seus 15 pontos nos últimos 20 minutos, garantiu a virada. Outro destaque do técnico Zeljko Obradovic foi Paulius Jankunas, com 15 pontos e 5 rebotes.

Com a vitória, os turcos carimbaram passaporte para os playoffs e agora buscam garantir a vantagem do quinto jogo na Turquia. O Zalgiris segue na quinta posição, empatado com o Real Madrid, e ainda pode sonhar com o mando de quadra na fase decisiva.

REAL MADRID-ESP (15v10d) 92×75 PANATHINAIKOS-GRE (14v11d)

Um dos grandes clássicos da Euroliga, o duelo entre espanhóis e gregos foi bastante equilibrado até o intervalo, com parcial de 38 a 37 para os blancos. Na metade final da partida, o MVP da rodada, Fabien Causeur, brilhou e terminou com 26 pontos, para garantir a parcial de 54 a 38. O armador argentino Facundo Campazzo (15pts e 5ast) também foi crucial na vitória.

O Panathinaikos contou com boa atuação do armador norte-americano Mike James, que anotou 23 pontos. Os gregos estão na sexta posição e ainda não têm vaga garantida nos playoffs. Já o Real Madrid, do técnico Pablo Laso, contou com a derrota do Zalgiris para se manter na quarta posição e, por ora, com a vantagem do mando de quadra nos playoffs. Uma difícil combinação de resultados ainda pode coloca-los entre os três primeiros.

KHIMKI MOSCOW-RUS (14v11d) 77×86 OLIMPIA MILANO (9v16d)

No duelo entre russos e italianos, os cestinhas Alexey Shved e Andrew Goudelock mediram forças. No duelo individual, quem se deu melhor foi o armador norte-americano do Milan, com 26 pontos e 5 rebotes, seu recorde na temporada. O Olimpia abriu boa vantagem no intervalo, de 49 a 39, mas viu Shved ensaiar uma reação no terceiro período. O mesmo, porém, não aconteceu no último quarto, e a vitória italiana foi concretizada.

Apesar da derrota, a noite foi especial para Shved. O armador russo recebeu o troféu de MVP de fevereiro da Euroliga e foi homenageado por ter quebrado o recorde de bolas de 3 em uma temporada. Já são 80 tiros de longe certos.

Em 13º lugar, o praticamente eliminado Olimpia Milano depende de um milagre e uma grande combinação de resultados para avançar aos playoffs. Na sétima posição, o Khimki, que começou a temporada embalado e chegou a seis vitórias seguidas, segue vacilante. São oito triunfos e 11 revéses nos últimos 19 confrontos, mas a vaga nos playoffs está bem encaminhada.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui